sábado, 31 de dezembro de 2016

No meu copo 572 - 2221 Terroir de Cantanhede 2011

 

Cantanhede, Bairrada.

2221:
2 castas.
2 enólogos.
2 produtores.
1 terroir.

É esta a génese deste vinho que foi apresentado há cerca de um ano, como resultado duma parceria entre a Adega Cooperativa de Cantanhede e as Caves São João, e premiado com a Escolha da Imprensa da Revista de Vinhos em 2015.

Juntaram-se os dois enólogos (respectivamente Osvaldo Amado e José Carvalheira) e seleccionaram duas castas: a Baga da Adega de Cantanhede e o Cabernet Sauvignon das Caves São João. A Baga foi obtida nas vinhas da Adega Cooperativa e o Cabernet Sauvignon foi obtido nas vinhas da Quinta do Poço do Lobo, propriedade das Caves São João que fica situada também no concelho de Cantanhede. E assim se obteve um único terroir, o Terroir de Cantanhede.

Perante a grandiosidade deste vinho, esqueçam as notas de prova, os aromas e os descritivos. A sua sumptuosidade é esmagadora, a sua estrutura preenche-nos, o seu bouquet profundo e intenso inebria-nos, a sua persistência deixa-nos boquiabertos.

Vale a pena abrir os cordões à bolsa para beber um grande vinho como este, que é uma homenagem aos grandes vinhos da Bairrada. Estão de parabéns estes dois grandes enólogos, que de ano para ano nos conseguem surpreender com estes néctares preciosos. Aqui fica a nossa singela homenagem a estes dois grandes senhores do vinho português: Osvaldo Amado e José Carvalheira. Bem-hajam e que nos possam brindar com outros vinhos de eleição.

Que melhor forma de terminar o ano do que com um grande vinho como este?

PS: Obrigatório decantar, meia-hora a uma hora antes de beber.

Kroniketas, enófilo em réveillon

Vinho: 2221 Terroir de Cantanhede 2011 (T)
Região: Bairrada
Produtor: Adega Cooperativa de Cantanhede e Caves São João
Grau alcoólico: 14%
Castas: Baga e Cabernet Sauvignon
Preço: 43 €
Nota (0 a 10): 9

Sem comentários: