domingo, 12 de novembro de 2017

No meu copo 630 - Ramos Pinto Collection 2010

Este foi um vinho especial de colecção que só teve algumas edições. À semelhança de outros lançamentos, como um histórico e único Duas Quintas Celebração - Quinta de Ervamoira, ainda sob a orientação de João Nicolau de Almeida foram colocados no mercado alguns vinhos com edições limitadas, de que este Collection foi um dos exemplos mais recentes.

Evocando diversas épocas dos século XX através dos respectivos rótulos, teve edições desde 2005 a 2010. Foi uma garrafa desta última colheita que tivemos oportunidade de degustar recentemente, a acompanhar um lombo de porco com molho agridoce.

O vinho apresentou uma cor carregada a tender para o grená. No nariz mostrou-se intenso e vinoso no primeiro ataque, aparecendo depois algumas notas de frutos vermelhos e do bosque.

Na boca é pujante mas macio, estruturado mas elegante, com um final simultaneamente delicado e longo, marcado por notas de especiarias e complexidade que vai sobressaindo a cada trago.

Fez um casamento perfeito com o prato, pois a sua complexidade e acidez contrabalançaram de forma excelente o adocicado do molho.

Ao contrário do que nos aconteceu com o Duas Quintas Celebração, deste guardámos mais algumas garrafas de várias colheitas, pelo que ainda poderemos revisitá-lo durante alguns anos, até porque não é vinho para abrir todos os dias e tanto esta prova como as anteriores mostraram claramente tratar-se dum vinho de guarda. Merece um bom prato e uma boa companhia para ser apreciado como merece.

É mesmo uma colecção única, mas para ser devidamente desfrutada.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Ramos Pinto Collection 2010 (T)
Região: Douro
Produtor: Ramos Pinto
Grau alcoólico: 13,5%
Castas: Touriga Nacional (50%), Touriga Franca (25%), mistura de outras (25%)
Preço em feira de vinhos: 9,75 € (último valor encontrado em 2013)
Nota (0 a 10): 8,5

Sem comentários: