terça-feira, 27 de junho de 2017

No meu copo 610 - Ninfa, Sauvignon Blanc 2015

Este foi a terceira experiência com este vinho, depois da prova das colheitas de 2013 e 2014.

Se as provas anteriores mostraram um vinho surpreendente e com potencial para se afirmar no panorama dos brancos, este 2015 parece mostrar já um valor seguro e que, ou muito me engano, ou ainda melhorou em relação aos anteriores.

Todo ele é elegância, harmonia e equilíbrio. Não prima por um aroma demasiado exuberante, mas mostra toda a frescura cítrica do Sauvignon Blanc com notas vegetais muito discretas, muito redondo na boca mas com boa estrutura e final vibrante mas suave.

O Fernão Pires parece, aqui, colocar algum travão no lado mais vegetal do Sauvignon, por um lado, e por outro confere-lhe uma estrutura mais envolvente. Um lote muito bem conseguido.

Em resumo: já é um dos meus brancos preferidos no país, e não tenho mais nada a acrescentar. Agora há que começar a explorar os outros vinhos deste produtor, mas a seu tempo lá chegaremos.

Kroniketas, enófilo esclarecido

Vinho: Ninfa, Sauvignon Blanc 2015 (B)
Região: Tejo
Produtor: Sociedade Agrícola João Matos Barbosa & Filhos
Grau alcoólico: 13%
Castas: Sauvignon Blanc (95%), Fernão Pires (5%)
Preço em feira de vinhos: 6,95 €
Nota (0 a 10): 8,5

Sem comentários: